• Prof Dr Alan Hatanaka

"Só uma tacinha no ano novo não tem problema, né Dr?"

Updated: Jan 2

Tem problema sim!

Não há dose segura de álcool na gestação!


Segundo o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) "não se conhece uma quantidade segura de uso de álcool ingerida durante a gravidez".

Quanto ao período da gestação, "não existe um momento seguro para o uso de álcool durante a gravidez", também segundo o CDC.


O álcool pode causar problemas para o bebê durante a gravidez e o seu conjunto é chamado de Espectro de Desordens Alcoólicas Fetais (FASDs). Calcula-se que 1 em cada 20 crianças em idade escolar nos Estados Unidos sejam afetadas de alguma forma pelo FASDs ( CDC, Alcohol Use in Pregnancy, www.cdc.gov ).

Direito de imagem adquirido em Shuterstock


O uso de álcool , principalmente nos primeiros três meses de gravidez, pode trazer inúmeras alterações como retardo no crescimento, redução do tamanho da cabeça, atraso do desenvolvimento neuropsicomotor, dificuldade de aprendizado, distúrbios comportamentais, malformações cardíacas e alterações da face como a suavização do filtro labial ( CDC, Alcohol Use in Pregnancy, www.cdc.gov; Lange S, JAMA Pediatr, Oct 2017, Doi: 10.1001/jamapediatrics.2017.1919).


Segundo estudo publicado na revista JAMA, o Brasil tem incidência de Espectro de Desordens Alcoólicas Fetais de 10 a 15 em 1000 nascidos vivos, ou seja, 27 mil crianças por ano (Lange S, JAMA Pediatr, Oct 2017, Doi: 10.1001/jamapediatrics.2017.1919).


Lange S, JAMA Pediatr, Oct 2017, Doi: 10.1001/jamapediatrics.2017.1919



Nunca é tarde demais para interromper o uso de álcool durante a gravidez. Interromper o uso de álcool melhorará a saúde e o bem-estar do bebê.


Prof Dr Alan Hatanaka





33 views0 comments