Pré-Natal
Interdisciplinaridade e Aspectos Preventivos

O pré-natal tem inúmeras funções, sendo as principais reduzir a chance de doenças para mãe e bebê, além de dar confiança a família através de informações corretas e atualizadas.

Para isso é fundamental uma equipe interdisciplinar comprometida, estudiosa e que forneça atenção individualizada.

Abaixo seguem algumas curiosidades do pré-natal.

pretermoprenatal.png

Pré-Natal e Prematuridade

Você sabia que o simples fato de fazer pré-natal adequadamente (≥6 consultas), reduz a chance de parto prematuro? Não deixe de comparecer as consultas e realizar os exames.

Cálcio e Pré-Eclâmpsia

Você sabia que na gestante de alto risco para desenvolver pré-eclâmpsia (a forma grave da pressão alta na gestação), o uso de 1g de cálcio reduz a chance da doença em 78%?

Fora da época do COVID-19, a pré-eclâmpsia é a doença que mais causa morte materna no Brasil.

prenatalpreeclampsia.png
sessão de fisioterapia

Fisioterapia Perineal

A Fisioterapia tem inúmeras vantagens. Gosto muito de comparar a musculatura perineal a musculatura de um atleta olímpico. Há necessidade de ser forte e elástica para não ser lesada. O fortalecimento muscular é fundamental para sustentação dos órgãos pélvicos e na redução da chance de incontiniencia urinária. A elasticidade é trabalhada após 34 semanas, principalmente através das massagens perineais (que possuem comprovação científica de benefícios). O Epi-No trata-se de um balão que simula a cabeça fetal e auxilia muito na consciência muscular, fundamental para o momento do expulsivo.

Além de todos esses benefícios, a mulher torna-se mais confiante em relação ao parto vaginal, desmistificando a questão da lesão perineal e da recuperacão pós parto. É FUNDAMENTAL que o fisioterapeuta esteja alinhado com a conduta médica e consciente das patologias gestacionais e das individualidades de cada mulher. 

Consulta com a Enfermeira Obstetra

A Enfermeira Obstetra é um dos principais profissionais responsáveis pelo sucesso da experiência de parto idealizada. Conhecê-la antes gera confiança para o casal, além de iniciar a conexão, fundamental para o momento da analgesia não farmacológica. As orientações de amamentação são fundamentais, pois talvez este momento seja mais desafiador que o próprio parto, e uma boa pega na mama, pode solucionar grande parte dos problemas de amamentação. A enfermeira deve  deve ser cadastrada pela Maternidade para que possa atuar auxiliando na análise da vitalidade fetal, exame físico e evolução do parto. A experiência da Enfermeira e a sinergia com a parturiente é essencial para criar o ambiente humanizado.

Mid adult female nurse comforting tensed pregnant woman leaning on window sill in hospital