Ultrassonografia Tridimensional Transvaginal

Malformações uterinas são relativamente comuns nas mulheres e podem afetar a fertilidade e provocar abortamentos de repetição. A avaliação da anatomia uterina pela ultrassonografia transvaginal convencional (bidimensional), não consegue avaliar o formato do fundo e da cavidade uterina. Estes parâmetros são determinantes para definir qual malformação a mulher possui, o que é fundamental, pois a conduta é diferente para cada caso. 

bicorno.jpg

Útero bicorno

Ao lado a imagem de uma paciente com útero bicorno, Neste caso a mulher está gestante com o corpo uterino dividido, observamos as pernas do bebê no corno direito e uma faixa amarela do lado esquerdo da mulher (direita na imagem) que corresponde ao outro corno uterino. Observa-se apenas um colo.

Classificação das Malformações Mullerianas avaliados pelo US 3D

Baseado nos critérios do Prof Tulio Ghi, as malformações podem ser divididos em útero arqueado, subseptado, septado, bicorno e unicorno. Úteros septados e subseptados são passíveis de correção cirúrgica, o bicrono na maioria das vezesm não e, por esta razão, a diferenciação é tão importante.

Ghi T et al, Fertil Steril 2009 Aug;92(2):808-13. 
DOI: 10.1016/j.fertnstert.2008.05.086

malf mulleriana.png